Você já resolveu: vai ter um bichinho em casa. O próximo passo é descobrir onde procurar esse amigo peludo. Nos canis/gatis de criação de raças ou nas ongs que resgatam e abrigam animais da rua?

Nos dois locais você vai encontrar um bichinho de 4 patas, um focinho e um rabinho balançante. A diferença é o que aconteceu até ele chegar ali.

Animais para adoção

Os animais das ONGs ou de protetores independentes são resgatados das ruas, passaram pelos riscos de atropelamento, maus-tratos por passantes, brigas com outros bichos, doenças, etc. Alguns foram abandonados por antigos donos e outros já nasceram na rua. Quando resgatados eles recebem muito carinho, cuidados veterinários, higiene e alimentação adequada, e são colocados para adoção.

A adoção é o último e decisivo passo de um processo de verdadeiro renascimento, uma segunda chance que os bichinhos ganham de serem tratados com dignidade e amor. É acolher um animal que já passou por maus bocados, e que agora poderá ter um lar e uma família para chamar de seu.

Photo by Jasmin Schuler / Unsplash

Quem adota também contribui diretamente na luta contra um cenário muito triste: as ruas cheias de animais abandonados. O Brasil tem cerca de 30 milhões de pets vivendo nas ruas. A chave para combater essa realidade é a diminuição do abandono aliada ao aumento da adoção e da castração.

Animais para compra

Já os animais dos canis/gatis de criação, em grande parte das vezes, são o produto de exploração e abuso de diversos outros pets. Às fêmeas são impostas gestações sucessivas, e quando mais velhas são abandonadas ou sacrificadas. Fêmeas e machos vivem em gaiolas a maior parte do tempo, sem receber afeto, cuidados veterinários, brincadeiras, ou serem levados para um passeio. Muitas vezes não recebem sequer água e alimentação adequadas.

Além disso, a maioria desses criadores não tem o cuidado de fazer pesquisas sobre a raça e a criação e acaba gerando filhotes com problemas genéticos, comportamentais, má postura e má formação, que acabam gerando sofrimento a longo prazo para esses animais.

Ao comprar um pet você financia esse abuso. Você compactua com o sofrimento dos bichinhos e o lucro dos exploradores. Você sustenta e perpetua essas verdadeiras fábricas de filhotes, que reduzem os cães e gatos a meros objetos. Você não quer isso, certo?

#partiu adotar!

Nós fizemos uma lista de ONGs e projetos que cuidam de animais encontrados nas ruas. Entre em contato com eles, faça uma visita para conhecer os animais que estão lá à espera de adoção. Temos certeza que esse será o início de uma grande amizade!

Puppy under a tree
Photo by Irene Dávila / Unsplash